Publicado por: Navegando com o vento | 1 de setembro de 2015

Descendo de Martinica até Bonaire.

Começamos nossa nova vida no barco!

Encontramos, mudanças diversas para nos adaptarmos, tudo grande demais no início, a nosso ver… Saímos de um monocasco de 35’ para um catamarã de 42’, diferente no comprimento, na largura, na disposição do interior e no modo de navegar. Somado a isso, chegamos aqui no Caribe, no começo da época dos furacões e não era nada agradável ver todo mundo amarrando o barco ao manguezal enquanto nós ainda estávamos esperando a documentação ser liberada para seguir rumo a um lugar seguro. Saímos de Martinica e demos uma paradinha em Bequia (St. Vincent and the Grenadines), já passamos por essa ilha algumas vezes e sempre nos acolheu muito bem, lugar ideal para descansar e depois seguir para Grenada. E foi exatamente o que fizemos!

Em Grenada sempre no sentimos em casa, a ilha nos acolhe bastante bem e é um ótimo lugar para nadar, remar e acessar a internet, além disso, temos nosso amigo Benjy que sempre nos visita e compartilha bons momentos conosco, agora ainda mais curioso para conhecer nossa nova casa!

Conhecemos algumas pessoas muito legais em Grenada, uns argentinos que adoramos conhecer: Diego e Monica (sua esposa espanhola) e Ernesto e Natalia com seus dois filhinhos Camila e Matias. Também tivemos a grata surpresa de conhecer o casal de brasileiros: Lucia e Germano. Gostaríamos de reencontrá-los, todos! Ainda em Grenada, tivemos um pequeno susto com a erupção do vulcão submarino Kick’em Jenny, que nos surpreendeu com sua atividade poucos dias antes de partirmos. Certa noite, percebemos que os barcos estavam posicionados de forma que cada um se direcionava para um lado diferente, como se houvesse uma corrente muito forte movimentando-os, no dia seguinte, nos demos conta que havia sido a erupção do vulcão, que também fez a água mudar da cor azul para um verde escuro, além de exalar um forte cheiro parecido com alga!

Finalmente saímos de todos estes perigos e seguimos para Bonaire, chegamos no dia 1º de agosto, depois de 3 dias de navegação tranquila, vento em popa, subimos o spinaker e tivemos a sorte de sermos acompanhados constantemente pela claridade do sol durante o dia e da lua cheia que iluminava tudo na escuridão da noite. Nada melhor que isso para uma navegação noturna!

Agora chegou a hora de descansar um pouco e Bonaire é perfeito para isso!

A chegada em Bonaire depois de três dias de navegação com vento em popa foi tranquila e ao mesmo tempo cheia de ansiedade para fazer os mergulhos tão sonhados. Os flamingos que ficam nos lagos da ilha parecem que estão ali esperando para serem apreciados! Aproveitamos para velejar de kite e descansar bastante, agora que estamos num lugar seguro e perfeito para cair na água cristalina e de um azul impressionante!

As fotos falam por elas mesmas.


Responses

  1. Amando acompanhar o diário de bordo…rsrsrs!! Imagens lindas, Drika! Saudades…Bjos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: